01 maio 2011

Um sonho.


Acordei em um lugar estranho. Em um mundo distante, diferente de tudo que eu já havia visto anteriormente. Estava assustada. A quietude daquele paraíso sussurava melodias secretas irreconhecíveis que só conseguiam ser captadas quando todos os sentidos se intercalavam. Era muito bonito olhar aquela melodia. Ela construía saudades na minha frente, retomando lembranças inventadas pelo meu medo em esquecer. Pequenas notas se prendiam em meus poros, sufocando o resto de ar armazenado em minhas células. Elas dançavam por entre os fios da minha pele, exalando uma certa condição de vida que eu nunca havia sentido anteriormente. A música mudava de cor, de forma, de estado, penetrando harmoniosamente por entre tantas montanhas que refletiam no ambiente uma vegetação harmoniosa, colorida. Lírios, rosas, flores do campo, margaridas. Aquele ambiente estava repleto de flores. Flores que exalavam distintos perfumes a cada novo acorde de sussurros, de mistério.
Havia um oceano naquele lugar. Um mar que mudava de cor a partir dos seus movimentos. Era lindo observar as ondas voando, soprando no infinito um vento aconchegante, que transmitia a sensação de um reencontro, de uma saudade. A inércia daquele movimento era tão grande que tudo parecia estar andando de volta, voltando para casa. 
O sol irradiava poucos raios de luz. Feixes de luz que abraçavam cada canto daquele lugar estranho, deixando um rastro quente, um frescor úmido, como um quente beijo na neve. Cada imagem de sombra parecia um filme de amor, onde estranhos se encontravam para despertar emoções únicas, inesquecíveis.
Foi inevitável não me deixar levar por tantos sentimentos. As lágrimas escorriam da minha face cada vez que o sol me trazia um novo beijo, um novo sentir. Meu corpo irradiava certa angústia em ser tão pequena diante daquela imensidão sem limites.
 O céu escureceu, mudando de cor constantemente. Era a lua que havia aparecido. Ela queria aquele lugar, queria transmitir sua própria paz, um novo sentir. O sol irradiou ainda mais seus raios, deixando no céu um rastro vermelho, laranja. Ele não queria sair, ainda era cedo. Ele iria lutar pelo seu espaço. Satélite e estrela: duas bolas gigantes que se encontravam e se debatiam entre si, exalando trovões, raios e relâmpagos. Luzes saíam daquele ambiente gritando gritos sufocados, assustados. A lua pediu a ajuda da chuva. A chuva enfraqueceu o sol, deixando um buraco imenso bem no meio do seu coração. A lua sentiu medo. Ela não poderia perder aquele calor para sempre e, tentando reverter tal situação, ela o abraçou, formando eclipses, difundindo amor.
Emoções distintas cantavam aquele lugar. Animais cantavam. Novas estrelas se posicionavam no horizonte. Nimbus dançantes despediam-se por alguns instantes, indo descansar no topo das árvores. As horas eram contadas pelo movimento de coisas que não paravam por um segundo.
Entardecer. Aurora. Já era dia novamente. De repente me deu vontade de amar. Senti saudade. Precisei voltar e acordei novamente de um novo sonho.



Essa música sempre me proporciona momentos assim.


15 Comentários:

Patrícia Rocha disse...

Que cantinho gostoso! Daqui não saio mais! :)

Obrigada pela visita! :)

Beijos Lunáticos para ti!

Miriane Fernandes disse...

Que inspiração linda essa sua !

Grande beijo.
Ótima semana.

Fernand's disse...

às vezes é tão ruim acordar...




mais uma linda narração.
obrigada, querida.

Emanuelle Trigueiro. disse...

aaaaaah , eu sonho demais , sonho dormindo e sonho muito mais acordada :D
Muito bom , uma aconchegoo aque :D
Beijos querida'

нєllєи Cαяoliиє disse...

e de um sonho tão intenso assim,quem é que gosta de acordar?
Adorei como descreveu isso!
Camila,obrigada por sua visita e seu doce comentário,aqui é um encanto e também ja te sigo!
Um beijo e uma ótima semana pra ti *

Az.) disse...

realmente, sonhos são tudo o que queriamos que fosse a realidade, sao tudo de bom ;*

Fernand's disse...

e pro falar em sonho... já vivi parte de um, espero o momento e acordar de novo para viver o resto.



=)

bjsmeus

Fernand's disse...

pro = por

Camila Alves disse...

eu ainda espero viver muitos e muitos sonhos!
;]

:*

Aline disse...

queria viver num sonho perfeito mas as vezes a realidade nos nega o que o sonho nos da.



Segue meu blog que eu sigo o seu.
Isatkmvskarku.blogspot.com eu to te esperando...
Assim que você me seguir eu te sigo e tbm, por favor, vote nas minhas enquetes.
Obrigada desde já.
Te esperando...

Alê disse...

Oi,

Vim devolver a visita e pedir licença pra ficar aqui por mtoooooooo tempo,


Muita inspiração pra Vc, sempre,


Bjo

Andressa disse...

Música linda.

Alicia disse...

Ouvi a melodia daqui...desde o primeiro parágrafo. Gritante.

Maria_celia@hotmail.com disse...

Texto e música que se interagiram na construção de algo perfeito.È em algo assim que vemos a face do amor.
Beijos
Mami

Carine disse...

Camila, parabéns, lindo blog. Adorei...
(carineflorek.blogspot.com.br/)bjus

Contos, e só. © Theme By SemGuarda-Chuvas.