12 janeiro 2012


A menina tinha medo do escuro, por isso ela aprendeu a viver com os olhos abertos. Menina que tem medo de escuro não fecha os olhos, ela sabia. Olhos de medo doem, precisam de uma claridade cega para conseguir enxergar a vida, tentando ao máximo transformar sua dor em um refúgio de força.
A menina olhava ao seu redor. Medo. Angústia. Ela sabia que com aquele fardo seria impossível andar. Ela precisava acreditar na possibilidade de encontrar um refúgio dentro da sua culpa em tentar ser diferente. Ela sabia que poderia mudar, mas sentia medo de encarar um destino tão incerto que já estava batendo em sua porta.
A escuridão é tua amiga, menina. Mostre teu rosto às estrelas, elas podem curar teu coração. Não tenha medo de tentar ser o que você sempre foi ou de encontrar sua verdadeira razão de viver. O amor vai estar em volta das tuas escolhas, você só precisa recolher tua alma para um lugar distante, um lugar que implore pelo teu grito, por tuas lágrimas.
A menina de olhos negros carregava sua própria escuridão. Seus olhos já demarcavam seus medos, já deixavam claro que seu espelho precisaria ser limpo para que ela pudesse reencontrar algumas verdades repartidas, esquecidas.
Menina, seus olhos são teus melhores companheiros.
Menina gosta de olhar fundo, de analisar a vida, de sorrir. Menina gosta de sentir a incerteza que uma brisa de fim de tarde carrega. Menina gosta de carinho, de abraços, de corações feridos. Menina quer gritar, jogar sua voz fora, arrancar suas vísceras até não restar nenhum resquício de saudade e de lembranças.
Aqueles olhos negros não conseguiam entender o motivo daquilo tudo. Os olhos negros precisavam entender algumas razões, precisavam perdoar. Olhos negros precisam perdoar seu próprio olhar por não estar conseguindo ver a beleza daquele velho pôr do sol. Perdoar por ter perdido tanto tempo sentindo, sem enxergar o mundo que andava ao seu redor.
Amigos partiram, menina. Amores foram embora. Você não pode controlar tudo, infelizmente. Muitas vezes encarar a escuridão é a melhor forma de conhecer o desconhecido. E se você ainda não encontrou as razões, existe uma possibilidade de serem encontradas dentro de tuas próprias escolhas, de tua alma, de tua mente.
Não destrua a si mesma por medo. Não faça isso. Menina precisa sorrir novamente. Precisa respirar, abraçar, reencontrar um verdadeiro amor. Menina não pode ficar presa ao passado, esperando que seu futuro se torne uma nova mágoa, presente em um futuro que se transformará em resquícios de um novo passado.
Respira, menina. Deixe tuas lágrimas limparem seu corpo. As lágrimas querem dançar em tua face, limpar tua pele, tuas feridas. Liberte tua voz, menina. Liberte tua voz. As paredes da tua casa já se cansaram do mesmo grito calado, das mesmas risadas, da mesma rotina.
Inove. Cresça. Mude.
Um anjo pequeno ainda está olhando por você. Anjo de olhos verdes, que combinam com a tua essência e encontrou em você resquícios de outras vidas, de outras dimensões. O anjo vai cuidar de você. Está aqui, estou aqui. Pouco perto, longe. Mas corações iguais se encontram mesmo sem palavras, eles sentem a presença somente pelo fato de existir. Eles existem.
Menina, me deixe enxergar seu sorriso. E quando estiver tarde, pode acender as luzes. A noite é tua amiga, ela vai entender que pesadelos na verdade são sonhos disfarçados. Não se esqueça.
Quando ventos frios batem, devemos proteger nosso corpo. O frio dói, menina. Não precisa ter medo de sentir. Um abraço ainda é o melhor remédio. E se por acaso você sentir medo, feche os olhos. Anjos não precisam de muita coisa para estar perto. Basta sentir, e só.

Sinto saudades.

Minha pequena Andrade, Mariana.

17 Comentários:

Carina Rocha disse...

Que expressividade.

Quem não sente saudades? Todo o mundo. A saudade esta e estará sempre agarrada ao nosso coraçao, por todos os motivos imagináveis.

Dona Thaís S. disse...

A menina cujas palavras foram destinadas deve apenas ter medo de ser feliz.

Carina Rocha disse...

Ola =)

Respondendo ao teu comentário, tenho uma pagina no facebook, passa por la, se gostares =) é:

https://www.facebook.com/85rochacarina

obrigada por fazeres parte dos meus seguidores, é um prazer para mim.

Bjnhos e aparece sempre, porque eu também vou aparecer muitas vezes por aqui =)

Malu disse...

Uma bela descrição daquilo que deva ser sentimentos. Gostei de passar por aqui. Grande abraço!!!

A.S. disse...

Belissimo texto! Uma delicia ler-te!


Beijos,
AL

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Garoto Lunático disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Garoto Lunático disse...

Quanto tempo não passo aqui, saudades. Gostei da postagem, e torcendo pela menina.

Camila disse...

Malu, que bom te ver por aqui!
Beijoo!

Camila disse...

Beijoo, AL.
Sempre bom te ver por aqui!

Camila disse...

Pois é! Eu também abandonei o blog um pouco.. Ai fiquei um tempo sem visitar o seu também!
Saudades também!!
Apareça mais vezes!

Camila disse...

Vou passar por lá sim, Fernando!

Tatiana Moreira disse...

Camila, saiba que fiquei encantada com o seu blog... A riqueza dele está presente em cada detalhe!
A história narrada é emocionante!
Desejo um ótimo final de semana para você!
Um abraço carinhoso

allmylife disse...

Olá..lindo seu blog..vou seguir tbm..
Seja bem vinda ao All My Life =)

Victor S. Gomez disse...

Boa narrativa, gostei muito. "preciso abrir mais os meus olhos para as coisas boas." Abraços

Laércio Lins disse...

"...Menina, me deixe enxergar seu sorriso. E quando estiver tarde, pode acender as luzes."
Belo texto, fantasia que briga com realidade por motivo bom, por equilíbrio. Enxergar é muito mais que apenas ver. Parabéns pelas palavra e pelo texto que está nas entrelinhas de seu texto.

Karine Tavares disse...

Teu blog é lindo, parabéns!

Vem conhecer o meu:
leiakarine.blogspot.com

Contos, e só. © Theme By SemGuarda-Chuvas.